Internacional

Encontrada com vida menina de quatro anos desaparecida há 18 dias na Austrália

Cleo Smith desapareceu a 16 de outubro, quando estava a acampar com a família. Foi encontrada “com vida e bem” em casa do raptor.


Cleo Smith, a menina de quatro anos desaparecida há 18 dias na Austrália, foi encontrada, esta terça-feira, “com vida e bem”. Segundo a polícia local, a criança estava trancada numa casa em Carnarvon, na Austrália Ocidental. Há um detido.

O vice-comissário da polícia local, Col Blanch, revelou que a menina foi encontrada durante a madrugada, após uma busca domiciliária a uma casa localizada a cerca de 70 quilómetros do parque de campismo de onde Cleo desaparecera.

“Uma equipa da polícia entrou numa casa trancada em Carnarvon pela 1h da manhã”, disse, citado pela imprensa internacional. “Eles encontraram a pequena Cleo num dos quartos”.

“Um dos polícias agarrou-a nos braços e perguntou ‘como é que te chamas?’. Ao que ela respondeu: ‘o meu nome é Cleo’”, acrescentou.

"Este é o resultado que todos esperámos e orámos", disse o vice-comissário. "É o resultado que alcançámos por causa de um trabalho incrível da polícia".

Um homem foi detido e encontra-se a ser interrogado pelas autoridades. 

A menina desapareceu na manhã do dia 16 de outubro, quando estava a acampar com a família. As pistas iniciais indicavam que a criança se teria perdido, mas depois de várias buscas, as autoridades começaram a tratar o caso como um rapto.

Na rede social Twitter, o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, reagiu à “notícia maravilhosa”.

"Que notícia maravilhosa. Cleo Smith foi encontrada e está em casa sã e salva. As nossas orações foram ouvidas. Obrigado aos muitos agentes envolvidos em encontrar a Cleo e apoiar a sua família", escreveu.

Os comentários estão desactivados.