Economia

Sonae recupera e apresenta lucros de 158 milhões até setembro

Nos primeiros nove meses deste ano, o volume de negócios consolidado da Sonae atingiu os 5.014 milhões de euros.


Nos primeiros nove meses do ano, a Sonae recuperou o seu desempenho, passando de prejuízos de 4 milhões de euros a lucros de 158 milhões de euros, sendo que estes resultados superam aqueles registados em 2019, no período pré-pandemia.

O volume de negócios consolidado fixou-se nos 5.014 milhões de euros nos primeiros nove meses de 2021, o que se traduz num crescimento de 4,7% em termos homólogos. Este resultado foi “sustentado principalmente pelos contributos positivos da Sonae MC e da Worten”, indicou a empresa em comunicado enviado à CMVM, esta quarta-feira.

Em termos de rentabilidade, o EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) “cresceu 23,1% em termos homólogos e atingiu 531 milhões de euros, beneficiando adicionalmente das mais-valias significativas no período provenientes da gestão do portefólio e da melhoria do desempenho das empresas consolidadas pelo método de equivalência patrimonial”, descreve a nota.

Já a dívida líquida reduziu 375 milhões, situando-se agora abaixo de mil milhões de euros (857 milhões). Por seu lado, o investimento atingiu os 355 milhões, “com o capex operacional a aumentar 10,1% para 182 milhões”.