Cultura

Colecionador compra aquarela de Vincent Van Gogh por 31 milhões de euros

O quadro tinha sido apreendido pelos nazis, durante a Segunda Guerra Mundial.

 


Uma aquarela de Vincent van Gogh apreendida pelos nazis no meio da Segunda Guerra Mundial encontrou um comprador (cuja identidade não foi divulgada) por um valor recorde de 31 milhões de euros. A venda ocorreu na casa de leilões Christie's na quinta-feira. 

Trata-se de uma obra que fez parte da coleção Cox de pintores impressionistas e pós-impressionistas, que incluiu ainda duas outras pinturas a óleo do artista holandês, que valeram 62 e 40 milhões de euros. 

A venda na Christie's poderia ter sido realizada como resultado de um acordo entre os herdeiros de Cox e os descendentes de dois colecionadores de arte judeus que tinham a obra sob controlo antes do seu confisco, conforme relatada o site Dutch News .

A última vez que Hooischelven (o seu nome em holandês) foi exibido, foi no Museu Stedelijk em Amsterdão em 1905. Esta é a aquarela de Van Gogh mais cara já vendida na casa de leilões Christie's.