Sociedade

Cidadão estrangeiro detido com elevada quantidade de mefedrona recebida por encomenda postal

Quantidade de mefredona – derivado semissintético da catinona – seria suficiente para a composição de pelo menos 8.150 doses individuais.

Cidadão estrangeiro detido com elevada quantidade de mefedrona recebida por encomenda postal

Um cidadão estrangeiro, de 31 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por “fortes suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes”. Em comunicado, esta terça-feira divulgado, a autoridade refere que o suspeito tinha na sua posse “elevada quantidade de mefredona”.

“Na posse do detido foi encontrada e apreendida elevada quantidade de mefedrona, que acabara de receber através de encomenda postal proveniente de um país estrangeiro e que, caso chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição, seria suficiente para a composição de pelo menos 8150 (oito mil cento e cinquenta) doses individuais”, lê-se.

A mefedrona é um derivado semissintético da catinona, que provoca efeitos equiparados aos das anfetaminas ou da cocaína e é frequentemente encarada pelos consumidores como uma alternativa ao consumo daquelas substâncias. A PJ alerta que “o consumo desta droga pode dar origem a problemas de saúde muito graves, sendo inclusivamente apontado como causa de várias mortes ocorridas, nos últimos anos, em diferentes países europeus”.

O detido, operador de marketing digital, foi presente a primeiro interrogatório judicial de arguido detido perante a autoridade judiciária competente, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação prisão preventiva.

Os comentários estão desactivados.