Internacional

Cinco crianças morreram depois de caírem cerca de 10 metros de castelo insuflável que levantou voo

Aconteceu na Austrália. O primeiro-ministro Peter Gutwein disse que a tragédia é "devastadora e desoladora".

 


Cinco crianças morreram e três permanecem em estado grave depois de terem caído cerca de 10 metros de um castelo insuflável que foi soprado para o ar no noroeste da Tasmânia, na Austrália, durante as celebrações do fim do ano escolar.

A polícia tinha confirmado que duas raparigas e dois rapazes, com 5 e 6 anos de idade, morreram no acidente em Devonport, no noroeste do estado da Tasmânia, por volta das 10 horas (horas local). O comissário da polícia Darren Hine disse que os agentes foram chamados à escola depois de uma rajada de vento ter levantado o castelo pelo ar

"Num dia em que estas crianças estavam destinadas a celebrar o último dia da escola primária, em vez disso estamos todos de luto pela sua perda", disse Hine. "Os nossos corações estão a partir-se pelas famílias e pelos entes queridos, colegas de escola, professores destes jovens que foram levados demasiado cedo".

Ainda não é claro quantas crianças brincavam no castelo de salto quando foi soprado para o ar. Quatro estão no hospital, com três em estado crítico.

Darren Hine disse que estava em curso uma investigação, tendo o médico-legista já visitado o local. A polícia vai preparar um relatório para o médico legista em conjunto com a WorkSafe Tasmania. O primeiro-ministro Peter Gutwein disse que a tragédia é "devastadora e desoladora".

Os comentários estão desactivados.