Internacional

Tribunal russo ordena encerramento de grupo de direitos humanos

Decisão vem um dia depois de uma outra organização da mesma natureza ter sido liquidada. 


Um tribunal russo ordenou o encerramento da organização Memorial Human Rights Centre (MHRC), um dia após o supremo tribunal ter revogado o estatuto legal da organização Memorial International.

A dissolução de uma das instituições de direitos humanos mais respeitadas da Rússia veio devido com a "justificação do extremismo e do terrorismo" por grupos religiosos, incluindo as Testemunhas de Jeová oficialmente consideradas "extremistas" na Rússia. A MHRC tenciona recorrer da decisão no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

Esta quarta-feira, o Memorial International publicou uma carta do tribunal europeu ordenando à Rússia que suspendesse a sua decisão de dissolver a MHRC e também da Memorial International, enquanto se aguarda uma revisão legal da legislação russa sobre "agentes estrangeiros". A resposta da Rússia a esta decisão, que tem de ser aplicada por tratado, ainda não é conhecida.

O chefe da organização, Alexander Cherkasov, acredita que a decisão tem motivações políticas e que o governo russo estava a agir para suprimir os direitos civis.

Os comentários estão desactivados.