Desporto

Novo presidente da FIA confiante que Hamilton ficará na F1

Mohammed Ben Sulayem, o novo presidente da FIA, mostrou-se seguro que Lewis Hamilton não irá sair do mundo da Fórmula 1 após a derrota em Abu Dhabi, no mês passado, que deu o título mundial a Max Verstappen.


Na última volta do último Grande Prémio de 2021, Max Verstappen (Red Bull Racing) ultrapassou o heptacampeão mundial Sir Lewis Hamilton (Mercedes), e conquistou o seu primeiro título mundial na Fórmula 1. A derrota foi pesada, muito contestada pela equipa alemã, levando Hamilton a afastar-se dos holofotes públicos.

Ainda assim, Mohammed Ben Sulayem, recentemente eleito presidente da Federation Internationale de l'Automobile (FIA), órgão responsável pela organização do mundial de Fórmula 1, mostrou-se confiante que os rumores do eventual afastamento de Hamilton da modalidade são exatamente isso: rumores. 

"Não, eu não acho que ele vai [desistir]. Vou fazer a pergunta: Lewis declarou que não vai correr? Não exatamente. Sendo um piloto, declaras-te, não deixas que os boatos falem. Estou confiante de que Lewis [voltará]. Lewis é uma grande parte do automobilismo e, claro, da Fórmula 1, a nova era [pode aumentar] as suas vitórias e conquistas, e também Verstappen está lá. Estou muito confiante de que veremos uma temporada de Fórmula 1 muito desafiante no próximo ano.”

Estas foram as palavras de Ben Sulayem durante uma conferência de imprensa relativa ao Rally Dakar.

Depois do Grande Prémio de Abu Dhabi, em 2021, Lewis Hamilton afastou-se da esfera pública, e surgiu sob os holofotes unicamente para ser ordenado cavaleiro, pelo príncipe Charles de Inglaterra, numa cerimónia que homenageou os seus feitos no mundo da Fórmula 1.