Internacional

Presidente do Parlamento Europeu hospitalizado há vários dias com "complicações graves"

David Sassoli tinha ficado internado em setembro do ano passado devido a uma pneumonia.


O presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, encontra-se hospitalizado em Itália desde 26 de novembro, embora apenas agora o problema de saúde se tenha tornado público.

Num comunicado divulgado esta segunda-feira, o porta-voz de Sassoli informou que a hospitalização do presidente do Parlamento Europeu "foi necessária face a complicações graves devidas a uma disfunção do sistema imunitário".

"Como resultado, todas as atividades oficiais do presidente do Parlamento Europeu foram canceladas", conclui a nota.

O responsável de 65 anos contraiu uma pneumonia em setembro do ano passado, que o obrigou a receber tratamento hospitalar em Estrasburgo, França. Embora, passado uma semana, David Sassoli tenha tido alta, a recuperação prosseguiu em Itália, obrigando o presidente do Parlamento Europeu a estar ausente das sessões plenárias durante dois meses, voltando depois no final do ano. 

Na primeira sessão plenária do ano, que se realizará na próxima semana, o Parlamento Europeu deverá eleger um(a) presidente da assembleia, algo que já estava previsto a meio da atual legislatura, e não relacionado com o estado de saúde de Sassoli.

A maltesa Roberta Metsola, do Partido Popular Europeu (PEE), é a favorita para suceder ao dirigente socialista italiano, que assumiu o cargo no verão de 2019.

Os comentários estão desactivados.