Sociedade

Após acidente, homem agride condutor e usa moca para danificar capot do carro

Vítima foi agredida "a soco e pontapés".


Um homem, de 32 anos, foi detido pela PSP por posse de arma proibida, no passado dia 12 de janeiro, depois de usar uma moca em madeira, “adornada com partes em metal”, para danificar o capot do carro de um automobilista com quem se envolveu num acidente de trânsito, em Espinho. O suspeito agrediu ainda o homem.

Em comunicado, a força de segurança explica que “o detido e um outro homem, de 34 anos, que conduziam automóveis ligeiros de passageiros”, se envolveram num acidente de trânsito. O suspeito terá depois “agredido a vítima, a soco e pontapés, utilizado uma moca em madeira, adornada com partes em metal na sua parte mais avançada, para danificar o capot do seu automóvel”.

O homem foi constituído arguido e notificado para comparecer no Tribunal Judicial de Espinho esta sexta-feira.

Na mesma nota, a PSP recorda que quem tiver consigo uma arma branca ou objetos “que possam ser usados como arma de agressão e o seu portador não justifique a sua posse, é punido com pena de prisão até quatro anos ou com pena de multa até 480 dias”

Os comentários estão desactivados.