Internacional

Estudo encontra ligação entre fumar e gordura corporal

Investigação sugere que a exposição a substâncias pode levar a mudanças que podem ser passadas através das gerações.


Mulheres e raparigas cujos avós ou bisavós começaram a fumar cedo tendem a ter mais gordura corporal, segundo um estudo científico realizado pela Universidade de Bristol, no Reino Unido. 

Numa pesquisa feita anteriormente, descobriu-se que se um pai começou a fumar regularmente antes de chegar à puberdade, então os seus filhos – e não filhas – tinham mais gordura corporal do que o esperado. Agora, os investigadores acreditam que identificaram níveis de gordura corporal mais elevados nas mulheres com avós ou bisavós que começaram a fumar antes dos 13 anos de idade. Não foram observados efeitos nos descendentes masculinos.

A investigação sugere que a exposição a substâncias pode levar a mudanças que podem ser passadas através das gerações, embora a equipa por detrás da investigação admita que é necessário muito mais trabalho para confirmar isto e compreender como pode acontecer.

 

Os comentários estão desactivados.