Internacional

'O Rapaz do Pijama às Riscas' pode "alimentar perigosas falácias sobre o Holocausto", segundo estudo

35% dos professores utiliza a história nas aulas.


O livro 'O Rapaz do Pijama às Riscas' pode "perpetuar uma série de imprecisões e falácias perigosas" quando usado no ensino aos jovens sobre o Holocausto, segundo um relatório do Centre for Holocaust Education da University College London.

"Embora a maioria dos jovens que participaram no estudo tenham reconhecido a narrativa como uma obra de ficção e muitos tenham sido capazes de identificar e criticar as suas implausibilidades e imprecisões históricas, caracterizaram-na, no entanto, esmagadoramente como realista e/ou verdadeira”, diz o documento.

Mais de um terço dos professores em Inglaterra utilizam o livro e a adaptação cinematográfica nas aulas sobre o genocídio nazi, indica o mesmo estudo, que se baseia numa pesquisa realizada há cinco anos entre alunos de escolas secundárias.

De acordo com o novo inquérito, 35% dos professores utiliza a história nas aulas. No entanto, a sua utilização ocupa uma "posição um pouco contestada como potencial recurso educativo", diz o relatório. Também os professores de Teatro e de Inglês eram mais propensos a utilizá-lo do que os professores de História.

Os comentários estão desactivados.