Internacional

Treze mulheres indianas morrem num casamento ao cair num poço de 15 metros

Já em 2017, 24 pessoas convidados de um casamento morreram quando um muro ruiu durante uma tempestade em Rajasthan.


Treze mulheres indianas morreram na noite de quarta-feira, no Norte da Índia, após caírem num poço durante as celebrações de um casamento. As vítimas estavam a assistir à cerimónia numa estrutura de metal quando esta cedeu e as atirou para o fundo do poço. 

A informação foi avançada por Akhil Kumar, diretor-geral adjunto da polícia no distrito de Kushinagar.

Durante as cerimónias do casamento, as mulheres estavam sentadas num banco de metal, que bloqueava a entrada no poço, contudo, este acabou por ceder devido ao peso das pessoas. O poço tinha mais de 15 metros de profundidade.

O magistrado distrital do estado ocidental de Rajasthan explicou que a estrutura era antiga e não podia suportar o peso de tanta gente, sendo que "as vítimas caíram e foram esmagadas pelos escombros".

Já o primeiro-ministro, Narendra Modi, reagiu ao acidente no Twitter, classificando-o de "desolador" e adiantando que a "administração local está envolvida para qualquer ajuda possível", escreveu.

Os casamentos indianos são frequentemente grandes eventos com um grande número de convidados e festividades que duram vários dias e, já em 2017, 24 pessoas convidados de um casamento morreram quando um muro ruiu durante uma tempestade em Rajasthan.

Os comentários estão desactivados.