Desporto

Atleta fica com pénis congelado depois de participar numa prova nos Jogos Olímpicos de Inverno

Remi Lindholm passou cerca de uma hora e 16 minutos a esquiar num percurso repleto de ventos gelados, de tal forma que congelaram o seu órgão genital pela segunda vez na sua carreira numa corrida de esqui.


Competir em desportos de inverno pode trazer consequências mais inesperadas. O atleta finlandês Remi Lindholm participou na corrida de esqui de 50 quilómetros nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pequim, e sofreu tanto com o frio que terminou a prova com o pénis congelado. 

Segundo a agência Reuters, Lindholm passou cerca de uma hora e 16 minutos a esquiar num percurso repleto de ventos gelados, de tal forma que congelaram o seu órgão genital pela segunda vez na sua carreira numa corrida de esqui. Este episódio já lhe tinha acontecido no ano passado numa prova em Ruka, no seu país. 

Para evitar males maiores devido à geada que se fez sentir no sábado, a organização dos Jogos Olímpicos atrasou a prova uma hora e reduziu o percurso de 50 quilómetros para 30, no entanto não adiantou de nada para o atleta finlandês, que terminou mais uma vez uma prova congelado. 

"Podem adivinhar qual parte do meu corpo estava um pouco congelada quando acabei... foi uma das piores competições em que participei. Isto foi só apenas lutar", afirmou à imprensa finlandesa, citado pelo The Guardian.

No final da corrida, o atleta utilizou um saco quente para descongelar o pénis: "Quando as partes do meu corpo começaram a aquecer, a dor era insuportável". 

 

Os comentários estão desactivados.