Internacional

Dinamarca pretende proibir venda de cigarros a cidadãos nascidos após 2010

De acordo com uma sondagem encomendada pela Associação Dinamarquesa do Cancro, 64% dos entrevistados são a favor do plano de proibição da venda de cigarros para os nascidos após 2010.


Na quarta-feira, o ministro da Saúde, Magnus Heunicke, afirmou, em conferência de imprensa que a Dinamarca tem planos para “proibir a venda de cigarros e produtos de nicotina a qualquer cidadão nascido após 2010”, numa medida que “visa impedir que a próxima geração de dinamarqueses toque em tabaco”. 

“Se for necessário, estamos prontos para proibir a venda para esta geração, aumentando gradualmente o limite da idade de compra”, garantiu Heunicke.

Os cidadãos dinamarqueses menores de 18 anos já estão proibidos de comprar tabaco ou fumar cigarros eletrónicos. Contudo, segundo revelou o ministro, cerca de 31% das pessoas entre os 15 e 29 anos fumam.  “O tabagismo é a principal causa de cancro no país nórdico, causando 13.600 mortes por ano”, elucidou..

De acordo com uma sondagem encomendada pela Associação Dinamarquesa do Cancro, 64% dos entrevistados são a favor do plano de proibição da venda de cigarros para os nascidos após 2010. Entre os 18 e 34 anos, 67% dos entrevistados mostraram-se favoráveis à introdução da medida.

Em dezembro, a Nova Zelândia já havia anunciado uma proibição gradual da venda de tabaco a partir de 2027, assim como subiu a idade em que pode ser comprado. A Dinamarca pretende assim seguir estes passos. 

Os comentários estão desactivados.