Internacional

Homem apanhado a beber vinho dentro do Capitólio condenado a 90 dias de prisão

"Foi testemunha da violência à sua frente enquanto bebia vinho e celebrava", disse a juíza Dabney Friedrich.


Jason Riddle, um veterano da Marinha e possível candidato ao Congresso norte-americano que chegou a beber uma garrafa de vinho e roubar um livro sobre os procedimentos do Senado durante a invasão ao Capitólio dos Estados Unidos da América, no dia 6 de janeiro de 2021, foi esta segunda-feira condenao a 90 dias de prisão. 

O homem declarou-se culpado por roubo de propriedade do governo e de protesto ilegal dentro do Capitólio e já tinha sido condenado a pensa suspensa e a pagar uma multa de mais cerca de 750 dólares (cerca de 687 euros) pelo livro roubado e pelos danos causados ao edifício durante o motim. 

"Foi testemunha da violência à sua frente enquanto bebia vinho e celebrava", disse a juíza Dabney Friedrich, enquanto proferia a sentença. "É difícil de compreender, dado o serviço militar estrangeiro do Sr. Riddle e o tempo nas reservas da Marinha" que ele "celebraria este ataque".

Riddle, note-se, é o mais recente caso de alguém a ser condenado pelos comportamentos da invasão do Capitólio. Também Robert Petrosh foi condenado por ter roubado dois microfones de Nancy Pelosi, no passado mês de março, a 10 dias de prisão.

Os comentários estão desactivados.