Internacional

Nancy Pelosi diz que EUA vão apoiar Ucrânia até país "obter a vitória"

Presidente da Câmara dos Representantes encontrou-se este domingo com Volodimir Zelensky.


Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes norte-americana, prometeu este domingo que Washington irá apoiar a Ucrânia até o país "obter a vitória" na guerra iniciada pela Rússia, afirmando que "não se pde ceder a um rúfia". 

Numa conferência de imprensa realizada em Rzeszow, na Polónia, Pelosi revelou que esteve com Volodimir Zelensky, em Kiev, para tratar de questões "de segurança, assistência humanitária, assistência económica e finalmente da reconstrução, assim que se obtenha a vitória".

A presidente da Câmara dos Representantes é o mais alto líder dos Estados Unidos da América (EUA) a visitar a Ucrânia desde o início da guerra, tendo este domingo liderado uma delegação de membros democratas do Congresso em Kiev que se encontrou com o presidente ucraniano.

Nancy Pelosi revelou que, no encontro com o presidente ucraniano, sublinhou o apoio dos EUA à Ucrânia, deixando "uma mensagem de agradecimento do povo americano pela sua liderança e a admiração do povo americano pela sua coragem".

A líder lembrou ainda que o presidente norte-americano pediu ao Congresso para enviar um apcote de ajuda humanitária e militar para Kiev no valor de 33 mil milhões de dólares (cerca de 31,2 mil milhões de euros).

No encontro com Zelensky, que foi filmado e divulgado hoje, Pelosi considerou que "estamos numa fronteira de liberdade e a vossa luta é uma luta para todos" comprometendo-se a estar ao lado da Ucrânia "até que a luta esteja terminada".

 

Os comentários estão desactivados.