Internacional

Cidadãos italianos impõem recolher obrigatório após serem atacados por javalis

"Desta vez a vítima foi um adulto. Mas o que acontece se for uma criança? Com os dentes dos javalis, até uma mordedura numa perna é suficiente para colocar em risco a vida de uma pessoa", considerou um cidadão italiano.


Os residentes de vários bairros no norte de Roma, em Itália, decidiram impor um recolher obrigatório noturno, depois de diversos ataques de javalis na via pública que atormentaram os cidadãos que vivem naqueles lugares. 

Um dos ataques mais recentes aconteceu com uma mulher que, segundo jornal italiano La Repubblica, foi no domingo à noite atirada para o chão por um javali, enquanto passeava o seu cão. A agressão foi a gota de água, fazendo com que os habitante de Balduina, e de mais outros seis bairros de Roma, decidissem implementar, por sua iniciativa, um recolher obrigatório a partir das 20h30 locais. 

"Nos chats das redes sociais entre pessoas do bairro, e especialmente nos grupos das pessoas que têm cães, foi aconselhado não saírem de casa a partir das 20h30", afirmou Gianluca Sabino, um morador de Balduina, ao mesmo jornal italiano. 

Um outro cidadão considerou que o recolher obrigatório é um ato de "autoproteção" dos cidadãos, visto que as autoridades falharam, na sua visão, a não terem tomado medidas de proteção. "Desta vez a vítima foi um adulto. Mas o que acontece se for uma criança? Com os dentes dos javalis, até uma mordedura numa perna é suficiente para colocar em risco a vida de uma pessoa", considerou Franco Quaranta. 

As autoridades italianas, após os ataques mais recentes, anunciaram algumas medidas de proteção, como a instalação de vedações em áreas dos parques naturais, por onde os javalis conseguem aceder à cidade. 

Os comentários estão desactivados.