Internacional

Trabalhadores de uma fábrica da Nespresso encontram 500 quilos de cocaína em sacos de grãos de café

A descoberta ocorreu esta segunda-feira na Suíça, tendo sido investigada pela polícia daquele país. 


Foram apreendidos pela polícia suíça 500 quilos de cocaína que estavam escondidos num carregamento de grãos de café vindos do Brasil e que foram entregues numa fábrica da Nespresso.

Segundo explica a polícia, os trabalhadores da fábrica Romont, no cantão suíço ocidental de Friburgo, alertaram as autoridades, esta segunda-feira, que tinham detetado um misterioso pó branco em sacos de grãos de café.

A “substância branca indeterminada” foi vista “quando foram descarregados os sacos de grãos de café acabados de entregar", indicou a polícia de Fribourg.

Depois foi encetada uma busca a cinco contentores marítimos "transportados no mesmo dia por comboio”, que resultou na “apreensão de mais de 500 quilos da droga", revelou a força de segurança, ao referir que foi criado um grande perímetro de segurança em torno da fábrica durante a operação com o envolvimento de funcionários aduaneiros.

De acordo com a polícia, a investigação determinou que a remessa de cocaína que veio do Brasil tinha 80% de pureza. O valor estimado de venda na rua é de mais de 50 milhões de francos suíços (48 milhões de euros).

"Parece que todas as drogas se destinavam ao mercado europeu", adiantou a polícia, esclarecendo que a droga não contaminou a produção da fábrica de café.

Os comentários estão desactivados.