Internacional

Rússia fecha delegação da radiotelevisão canadiana CBC

"Foi tomada a decisão de adotar medidas de retaliação às ações do Canadá -- neste caso, trata-se do encerramento da delegação em Moscovo da radiotelevisão CBC, incluindo o cancelamento das acreditações e dos vistos dos seus jornalistas", anunciou Maria Zakharova, em comunicado. 

Rússia fecha delegação da radiotelevisão canadiana CBC

A delegação de Moscovo da radiotelevisão canadiana CBC foi encerrada e as acreditações e vistos dos seus jornalistas foram canceladas, anunciou esta quarta-feira Maria Zakharova, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, como retaliação à proibição de emissão de canais do grupo russo RT no Canadá.

"Foi tomada a decisão de adotar medidas de retaliação às ações do Canadá - neste caso, trata-se do encerramento da delegação em Moscovo da radiotelevisão CBC, incluindo o cancelamento das acreditações e dos vistos dos seus jornalistas", anunciou Maria Zakharova, em comunicado. 

Moscovo acusa o governo do Canadá de ter adotado um "rumo [político] abertamente russófobo", diz ainda a porta-voz, acrescentando que "a CBC se tinha tornado um megafone de propaganda" anti-russa.

Além da ação, a Rússia acusa o Canadá de apoiar a Ucrânia, condenado o apoio deste país à Ucrânia antes e depois da ofensiva russa.

Recorde-se que o grupo canadiano CBC/Radio-Canada tinha anunciado, no início de março, que iria suspender o seu trabalho jornalistico, ainda que de forma temporária, devido à uma lei russa que previa penas de prisão para jornalistas que publicassem "informações falsas sobre o exército". 

Também em março, o Canadá proibiu oficialmente as operadoras de cabo de distribuírem os canais de informação russos RT (ex-Russia Today) e RT France,  por considar não serem do "interesse do público".

Esta é a primeira vez que a Rússia bane um orgão de comunicação social ocidental desde o início da invasão à Ucrânia, que teve início a 24 de fevereiro. 

Os comentários estão desactivados.