Sociedade

Forças armadas estão "desde a primeira hora" a participar no combate aos fogos

Portugal Continental está em situação de contingência face às previsões meteorológicas, que colocam os termómetros acima dos 45º graus Celcius em algumas regiões do país. 

Forças armadas estão "desde a primeira hora" a participar no combate aos fogos

A ministra da Defesa, Helena Carreiras, disse esta quinta-feira que as forças armadas estão, "desde a primeira hora", a participar e a colaborar "ativamente" nas operações de combate e de prevenção dos incêndios florestais que têm estado a ocorrer em diferentes distritos do país.

"Estamos perante uma colaboração que está ativa. As Forças Armadas estão completamente disponíveis para apoiar na medida em que sejam solicitadas pelas entidades responsáveis", disse a responsável pela pasta, em conferência de imprensa, no final da reunião do Conselho de Ministros, acrescentando que há diversos pelotões dos diferentes ramos das Forças Armadas no terreno, "tal como previsto e sob a coordenação da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil".

Portugal Continental está em situação de contingência face às previsões meteorológicas, que colocam os termómetros acima dos 45º graus Celcius em algumas regiões do país. 

 

Os comentários estão desactivados.