Vida

Taylor Swift considerada a celebridade que mais polui devido ao uso de jatos privados

Segundo escreve o Page Six, que cita uma análise da agência Yard, a cantora fez 170 voos desde janeiro até agora, tendo emitido mais de 800 toneladas de carbono. 


Taylor Swift tem estado debaixo de fogo após de ter sido classificada, na sexta-feira, como a celebridade com as piores emissões de carbono devido à utilização de jatos privados. 

Segundo escreve o Page Six, que cita uma análise da agência Yard, a cantora fez 170 voos desde janeiro até agora, tendo emitido mais de 800 toneladas de carbono. 

O título dado à artista já foi fortemente criticado pela representante da cantora, de 32 anos, que emitiu um esclarecimento sobre os dados: "O jacto da Taylor é emprestado regularmente a outras pessoas", disse a sua porta-voz, ao BuzzFeed News Monday. "Atribuir-lhe a maioria ou todas estas viagens é manifestamente incorrecto." 

A justificação de que o jato é emprestado a outras pessoas, não foi, no entanto, muito bem recebidas pelos utilizadores das redes sociais. 

"Adoro a forma como está a espalhar a culpa. Permitir que outras pessoas utilizem o jato privado aumenta na mesma a pegada de carbono", disse um utilizador do twitter. "Não basta ser-se hipócrita, mas encoraja-se os outros a serem iguais. Como é que isso está bem?", acrescentou.

Os ativistas ambientais têm andado atentos à utilização de jatos privados como meio de transporte entre as celebridades, e Taylor Swift não é a única nesta situação. Também Kylie Jenner foi duramente criticada nas redes sociais após ter recorrido a um jato privado para fazer uma viagem de 17 minutos, quando o voo deveria apenas durar três minutos, sendo que houve quem a tivesse chamado de "criminosa climática". 

Os comentários estão desactivados.