Sociedade

Militares filmados a tomar banho em panelas alvo de processos disciplinares

Marcelo pediu aos militares “sensibilidade para os gestos internos”.


O Estado-Maior do Exército anunciou, esta quinta-feira, que foram instaurados processos disciplinares aos três militares do Regimento de Comandos de Belas pela “utilização indevida dos equipamentos de cozinha”.

“O Exército reitera, de modo veemente, o seu repúdio sobre atos desta natureza. Agiu e age prontamente, de acordo com o Regulamento de Disciplina Militar, face ao desrespeito de deveres militares, que neste caso afetam a disciplina, a imagem e a honra da Instituição Militar”, lê-se num comunicado do gabinete do Chefe do Estado-Maior do Exército.

Recorde-se que, na semana passada, foram divulgados, nas redes sociais, vídeos que mostravam militares do Regimento de Belas, no concelho de Sintra, a tomar banho em panelas de cozinha.

Na sequência do incidente, entretanto noticiado nos media, o Estado-Maior do Exército veio esclarecer que “foram imediatamente instruídos processos disciplinares a três militares do Regimento de Comandos, com notificação da sua culpabilidade, encontrando-se a decorrer o prazo regulamentar para pronúncia sobre as acusações imputadas”.

O caso teve tal repercussão, que o próprio chefe de Estado, se referiu a ele, embora indiretamente.

Marcelo Rebelo de Sousa, comandante Supremo das Forças Armadas por inerência do cargo de Presidente da República, pediu, na cerimónia de entrega de espadas aos novos oficiais do Exército, aos militares que tenham “sensibilidade para os gestos internos” que afetem o prestígio externo do ramo.

Os comentários estão desactivados.