Desporto

Cristiano Ronaldo dispara contra Manchester United: "Traiu-me"

Jogador lança críticas por todos os lados: contra Manchester United, Erik ten Hag, Ralf Rangnick e Wayne Rooney.

Cristiano Ronaldo dispara contra Manchester United: "Traiu-me"

Cristiano Ronaldo acaba com o silêncio e confessa que se sente "traído” pelo Manchester United e que "algumas pessoas" não o queriam na equipa, não só esta época como na anterior, e deixa claro: "O Manchester United traiu-me". 

Numa entrevista ao jornal The Sun, o craque confessa a sua amargura em relação ao clube. "Estão a tentar mandar-me embora. Não só o treinador, mas também dois ou três diretores... Honestamente não sei se estão a ver-se livres de mim, mas sinto-me traído. Não me querem aqui desde o ano passado", afirma o internacional português, acusando o clube de tentar fazer dele a "ovelha negra" do plantel.  

O treinador, Erik ten Hag, não ficou salvo das críticas, muito pelo contrário. "Eu não tenho respeito por ele porque ele não me respeitou. Se não me mostras respeito, eu não vou respeitar-te", frisa Cristiano Ronaldo. 

O jogador dispara também contra Ralf Rangnick, um dos anteriores treinadores: "Se ele nem é um treinador, como é que ele poderia algum dia ser treinador do Manchester United? Nunca tinha ouvido falar dele". 

E se a relação entre o CR7 e Wayne Rooney não era a mais famosa, parece que não vai melhorar nos próximos tempos. “Não sei porque é que ele me critica tanto. Talvez porque ele já acabou a carreira dele e eu continuo a jogar a um nível alto. Não vou dizer que sou mais bem-parecido que ele. O que seria verdade...", afirma.

Os comentários estão desactivados.