Internacional

Tiroteio em duas escolas brasileiras provoca pelo menos três mortos

Renato Casagrande, governador do Espírito Santo, revelou à imprensa brasileira que o atirador ainda não foi identificado. 

Tiroteio em duas escolas brasileiras provoca pelo menos três mortos

Um tiroteio na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Primo Bitti e na escola particular Centro Educacional Praia de Coqueira, situadas em Aracruz, no estado brasileiro do Espírito Santo, provocou esta sexta-feira pelo menos três mortos e 11 feridos.  

Renato Casagrande, governador do Espírito Santo, revelou à imprensa brasileira que o atirador ainda não foi identificado. 

 

 

“Com sentimento de pesar e muita tristeza, estou acompanhando de perto a apuração da invasão nas escolas Primo Bitti e Darwin, em Aracruz”, disse o responsável, através do Twitter.  “Todas as nossas forças de segurança estão empenhadas. Determinei o deslocamento dos secretários de Segurança e Educação para acompanhar os trabalhos”, acrescentou.  

O portal de notícias G1, citando um agente da polícia que se encontra no local do massacre, avança que o atirador entrou primeiro na escola Primo Bitti, pelas 9h30 (12h30, em Lisboa) com uma arma e fez vários disparos, tendo invadido a sala dos professores e matado duas pessoas. 

Segundo depois num carro que tinha a matrícula tapada, o suspeito partiu para a escola particular Centro Educacional Praia de Coqueiral, localizada na mesma região do primeiro ataque. Aqui, o atirador matou um aluno e deixou cinco pessoas feridas. 

Os comentários estão desactivados.