sophia

Que Sophia não morra às mãos da unanimidade

Diogo Vaz Pinto