Internacional

Novo PE é constituído por 276 mulheres

Dos 751 eurodeputados que foram eleitos nas eleições Europeias deste ano, 277 (36,8%) são do sexo feminino. Em 2009, aquando da tomada de posse dos eurodeputados eleitos nas Europeias daquele ano, a percentagem de mulheres era de 35%.

A Lituânia é o país que elegeu menos mulheres para Bruxelas. Dos 11 deputados eleitos, fica para a história a eleição de apenas uma eurodeputada. A restante bancada é composta por 10 homens. 
Portugal, que elegeu 21 eurodeputados, menos um do que em 2009, será representado na capital da Bélgica por 13 homens e oito mulheres. Em termos de percentagem, Portugal subiu de 36,36% de mulheres na sua delegação de eurodeputados em 2009, para 38,10%. 

A Suécia é o único Estado-membro da União Europeia que elegeu mais mulheres do que homens: dos 20 eurodeputados eleitos, 11 são mulheres e nove são homens. No total, 55% da bancada parlamentar da Suécia no Parlamento Europeu é composta por mulheres. 

Entre os países que elegem mais eurodeputados, a Alemanha (elege 96 deputados) será representada por 61 homens e 35 mulheres, o que corresponde a 36,46% de participação feminina na bancada alemã em Bruxelas. O Reino Unido, que elege um total de 73 deputados, será representado por 43 homens e 30 mulheres. Ainda assim, a percentagem de eurodeputadas é ligeiramente superior: 41,10% contra 33,33% em 2009. 

A sessão constitutiva do novo Parlamento Europeu decorre na próxima semana, de 1 a 3 de Julho, em Estrasburgo. A primeira tarefa dos eurodeputados será a eleição do novo presidente do Parlamento Europeu, logo no dia 1, às 10 horas.