Vida

Perseguida, a filha de Robin Williams deixa as redes sociais

Zelda Williams decidiu remover todas as aplicações de redes sociais dos seus dispositivos móveis depois de ter recebido várias mensagens ofensivas relacionadas com a morte do pai.

Perseguida, a filha de Robin Williams deixa as redes sociais

A actriz de 25 anos denunciou pelo menos dois utilizadores do Twitter que terão enviado imagens manipuladas do cadáver de Robin Williams, que se suicidou na noite de segunda-feira na sua casa na Califórnia, aos 63 anos.

“Por favor, denunciem @PimpStory e @MrGoosebuster. Estou a tremer”, apelou Zelda através daquela rede social. As contas em causa foram entretanto suspensas.

Zelda não apagou a própria conta, mas informou que removeu todas as aplicações de redes sociais.

“Lamento. Deveria estar acima disto. Vou apagar isto dos meus aparelhos durante um longo período, talvez para sempre. O tempo o dirá. Adeus”, escreveu.

Antes deste incidente, a filha do actor e humorista norte-americano já tinha referido as mensagens maldosas que alguns utilizadores lhe tinham dirigido, num texto bem-humorado sobre o pai.

“Para aqueles que ele [Robin Williams] tocou e que lhe enviam palavras simpáticas, espero que saibam que uma das coisas preferidas dele neste mundo era fazer-vos rir. Já para os que estão a enviar mensagens negativas, saibam que uma parte pequena e risonha dele está a enviar-vos um bando de pombos fazer cocó em cima do vosso carro. Logo após vocês terem-no lavado”, disse.

No meio da polémica, a filha de Kurt Cobain, cantor norte-americano que também se suicidou (há duas décadas), aproveitou para declarar o seu apoio a Zelda. “Tens uma alma incrível e bonita. Amo-te, espero que saibas isso. Estou aqui para ti, onde e quando quiseres”, escreveu Frances Bean Cobain. 

Os comentários estão desactivados.