Desporto

Paulo Bento forçou saída e leva meio milhão

Até ontem, quarta-feira, Fernando Gomes não tinha a certeza se a saída do seleccionador seria a melhor opção para a selecção. E foi Paulo Bento, numa das várias conversas com o presidente da Federação, a forçar a saída, apurou o SOL.

Na quarta, o líder da FPF ainda estava indeciso, mas parecia disposto a segurar o treinador. Fernando Gomes estava desapontado com a escassa renovação da equipa e terá abordado Bento nesse sentido, que se mostrou convicto da saída.

O caminho para uma rescisão imediata de mútuo acordo foi o passo seguinte.

Paulo Bento sairá com três meses de salário, menos de 500 mil euros.

Daí ao comunicado, foi um pulo. A FPF anunciou que rescindira o contrato com o seleccionador, anunciado que tinha sido uma decisão conjunta entre as duas partes e que estava já a “trabalhar numa solução". "Uma solução estruturada para dirigir as nossas selecções e que será conhecida em breve".

A derrota no último domingo da selecção frente à Albânia (0-1 em Aveiro) para a qualificação ao Europeu 2016 foi a gota de água, depois de um desempenho paupérrimo no Mundial 2014, no Brasil - a formação portuguesa não passou a fase de grupos.

O primeiro jogo de qualificação para o próximo Campeonato da Europa foi o fim do caminho para Bento, com um desaire histórico ante uma selecção (Albânia) com um ranking bem mais baixo.

O treinador, de 41 anos, assumiu a equipa técnica de Portugal em Setembro de 2010, depois do fracasso de Carlos Queiroz no Mundial da África do Sul. Paulo Bento levou a selecção ao Europeu de 2012, alcançando as meias-finais dessa fase final.

A 9 de Abril deste ano, a Federação prolongou o seu contrato até o fim da fase final do Euro 2016, vínculo que não resistiu até ao fim devido aos maus resultados.

 

Percurso como seleccionador

Portugal (Início a 21 de Setembro de 2010)

Jogos: 47

Vitórias: 26 (55,3%)

Empates: 12 (25,5%)

Derrotas: 9 (19,2%)

Golos marcados: 91

Golos sofridos: 49

Percurso

Qualificação para o Europeu (Polónia-Ucrânia 2012) – 3.º lugar

Qualificação para o Mundial (Brasil 2014) – Fase de grupos

O COMUNICADO DA FPF:

"A Federação Portuguesa de Futebol comunica que hoje, 11 de setembro, termina o vínculo contratual de Paulo Bento com a FPF e ao serviço das Seleções.

Esta foi uma decisão tomada conjuntamente entre a Direção da FPF e Paulo Bento.

Agradecemos tudo o que Paulo Bento fez pela nossa Seleção, nomeadamente pelo apuramento de Portugal para o EURO 2012 e para o Mundial 2014.

A FPF já esta a trabalhar numa solução estruturada para dirigir as nossas Seleções e que será conhecida em breve.

Mais uma vez obrigado ao treinador Paulo Bento."

 

 

 

SOL