Politica

Secretário de Estado adjunto da Administração Interna saiu por ser desautorizado

O secretário de Estado adjunto da Administração Interna, Fernando Alexandre, demitiu-se esta quarta-feira.Fonte ligada ao MAI adiantou ao SOL que Fernando Alexandre apresentou a demissão porque se sentiu "desautorizado".

Em causa estão discordâncias com a ministra Anabela Rodrigues, que se preparava para definir, de forma unilateral, alterações ao projecto de estatuto da PSP, com as quais o secretário de Estado não concordava.  

Desde que tomou posse, a ministra da Administração Interna terá, aliás, tomado várias decisões sem consultar os secretários de Estado, que tinham de marcar dias para reunir com ela. 

Ao que o SOL apurou, existia um clima de mal-estar generalizado, pouca coordenação e entrosamento entre a ministra e os secretários de Estado, que algumas fontes atribuem à “postura sobranceira” e de “isolamento” de Anabela Rodrigues. 
 
Fernando Alexandre, responsável pela gestão do património no MAI, abandona o cargo numa altura decisiva, em que decorrem as negociações com os sindicatos da PSP sobre o estatuto profissional da classe. As incompatibilidades reflectiam-se nas reuniões e no trabalho diário.  

 

margarida.davim@sol.pt

sonia.graca@sol.pt