Internacional

14 novos casos de MERS na Coreia do Sul

A Coreia do Sul registou hoje 14 novos casos de Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS-CoV), um número que inclui o primeiro caso de infeção numa mulher grávida.

Os 14 novos casos diagnosticados elevam para 122 o número de casos confirmados, mantendo-se em nove as vítimas mortais registadas até quarta-feira no país asiático.

Oito dessas 14 pessoas contraíram a infeção no Samsung Medical Centre, em Seul.

Uma mulher grávida de 39 anos, no último trimestre de gravidez, está entre os novos casos confirmados hoje que contraíram o vírus no hospital.

"Dos 122 casos, este é o primeiro caso que envolve uma mulher grávida", disse o Ministério da Saúde, acrescentando que a doente estava em "condição estável".

O primeiro doente infetado com MERS foi diagnosticado a 20 de maio, após uma visita à Arábia Saudita.

O MERS é considerado um 'primo', mais mortal, mas menos contagioso, do vírus responsável pela Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS) que, em 2008, fez cerca de 800 mortos em todo o mundo.

Tal como aquele vírus, provoca uma infeção pulmonar e os afetados sofrem de febre, tosse e dificuldades respiratórias, não havendo, por enquanto, tratamento preventivo para a doença.

Lusa/SOL