Economia

Atribuições dos Vistos Gold dispararam em fevereiro

Portugal captou 89,3 milhões de euros de investimento em fevereiro através da atribuição de 144 vistos gold. Este valor representa mais do dobro em relação ao valor e ao número de autorizações de residência registados no primeiro mês do ano.

DR  

Por nacionalidade, foram atribuídas ARI a 97 cidadãos oriundos da China, 13 do Brasil, cinco da Rússia, dois da África do Sul, outros dois do Líbano e 25 de outros países. Por via do requisito da aquisição de bens imóveis foram concedidos 136 dos 144 vistos concedidos no mês passado.

Em janeiro, as autoridades portuguesas tinham concedido 65 vistos gold, correspondentes a um investimento de 38,5 milhões de euros, dos quais 93% relativos ao setor imobiliário, segundo os dados da associação de mediadores imobiliários.

No que toca às nacionalidades, a China continua a dominar a tabela (46 em janeiro e 2.248 no total), seguida pelo Brasil (5 em janeiro e 110 no total), pela Rússia (2 em janeiro e 99 no total), pela África do Sul (0 em janeiro e 75 no total) e pelo Líbano (0 em janeiro e 44 no total).

Desde o início do programa, que arrancou em Outubro de 2012, foram atribuídos 2.997 autorizações de residência, totalizando um investimento de 1.821 milhões de euros, dos quais 1.645 milhões (mais de 90% do total) resultam da compra de bens imóveis e 176,3 milhões por transferência de capital.