Economia

Avaliação bancária em alta

O valor médio de avaliação bancária para o total do País fixou-se em 1081 euros por metro quadrado. O valor representa um aumento de cinco euros por metro quadrado (m2) em relação a setembro.

 

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, em outubro houve um aumento de 5 euros/m2 face ao observado em setembro, uma variação de variação de 0,5%.

Na análise por regiões “o norte (954 euros/m2), centro (886 euros/m2) e Área Metropolitana de Lisboa (1308 euros/m2), com aumentos de 0,4%, 0,7% e 0,2%, respetivamente, foram as que mais contribuíram para a variação do agregado”, revela o INE.

“Comparativamente com o período homólogo, o valor médio de avaliação no total do País registou uma variação de 3,8% em outubro (3,6% no mês precedente). Os aumentos mais expressivos foram observados nas regiões Norte (4,5%) e Algarve (4,8%)”, lê-se no índice.

O INE revela ainda que “o valor médio de avaliação dos apartamentos fixou-se em 1125 euros/m2 em outubro, aumentando 0,2% quando comparado com o mês anterior (...) Em termos homólogos, o valor médio de avaliação dos apartamentos aumentou 3,3%”.

As moradias foram avaliadas 1010 euros/m2 em no ano passado “traduzindo um acréscimo de 9 euros/m2 comparativamente ao observado em setembro”. Por comparação com outubro de 2015 o valor médio aumentou 4,8%.