Politica

PSD quer feriados à segunda-feira para evitar pontes

Sociais-democratas apresentaram diploma no parlamento para melhorar competitividade 

O PSD quer abrir a possibilidade de os feriados passarem a ser gozados à segunda-feira para acabar com as pontes.

Os sociais-democratas apresentaram já um projeto de resolução na Assembleia da República em que defendem que “a implementação desta prática possa vir a proporcionar um justo equilíbrio e um resultado positivo no que diz respeito ao correto planeamento anual da agenda de atividades e pausas nas empresas”.

O diploma, a que o i teve acesso, recomenda ao governo que promova, na concertação social, um “acordo que estabeleça princípios orientadores para que se possa definir em legislação especifica quais os feriados obrigatórios a serem observados na segunda-feira da semana subsequente”.

O PSD considera que, após a reposição dos feriados, importa que “os intervenientes políticos, económicos e sociais tomem em linha de conta os efeitos na competitividade das empresas no que diz respeito às quebras de produtividade decorrentes dos dias de ponte, que ocorrem quando as datas dos feriados coincidem com os dias de terça, quarta ou quinta-feira”.

A posição do PSD é que a decisão seja tomada em concertação social e que só depois o parlamento aprove a legislação especifica que permita que alguns feriados sejam gozados na segunda-feira. 

O deputado social-democrata Pedro Roque explica que o objetivo é “evitar as chamadas pontes” para reforçar “a competitividade da economia”. Pedro Roque considera que “há um conjunto de feriados que podem cumprir esses requisitos” e lembra que esta medida foi adotada “noutros países como por exemplo em Inglaterra”.