Internacional

Parlamento escocês votou contra o Brexit

A esmagadora maioria dos deputados escoceses aprovou um texto em que se manifesta contra a saída do Reino Unido da União Europeia

A moção apresentada pelo governo escocês passou por 90 votos contra 34, a maior parte destes veio dos eleitos conservadores. Esta moção sem efeitos práticos realça uma realidade política: escoceses e habitantes da Irlanda do Norte não querem sair da União Europeia.

Esta iniciativa do governo escocês, dominado pelos independentistas, é um primeiro passo para voltar a colocar a questão da independência em ciam da mesa. 

A chefe do governo escocês, a independentista Nicola Sturgeon, exigiu várias vezes que os interesses da Escócia fossem acautelados nas negociações entre Londres e Bruxelas, dirigidas pela primeira-ministra britânica, Theresa May. O governo do Reino Unido pretende ter a primeira fase do processo aprovada em Março pelo parlamento de Londres.  “Este voto é um teste importante para saber que a voz da Escócia foi escutada e se não podemos ser tomados em conta no quadro das instituições britânicas”, defendeu a presidente do governo escocês.

No referendo sobre a permanência na União Europeia, a 23 de junho de 2016, só os eleitores ingleses e galeses votaram maioritariamente pelo Brexit.