Sociedade

Jovem atleta do Jamor acusa colegas de vários abusos sexuais

Em causa estão agressões, abusos sexuais e bullying

DR  

Um jovem de 15 anos alega ter sofrido de agressões, abusos sexuais e de bullying por parte dos colegas, na residência do Centro de Alto Rendimento do Jamor, em Lisboa.

O pai do atleta apresentou queixa em julho de 2016 e o Ministério Público está a investigar o caso e a averiguar a possibilidade de existirem mais casos como este.

O jovem era de Aveiro e estava alojado no centro desde novembro de 2015 e terá sido alvo de abusos sexuais enquanto dormia. O responsável da comunicação do Instituto Português da Juventude e Desporto, Jorge Orlando Queirós, afirma que não existe qualquer denúncia feita pelo Centro.

O pai do menor garante que parte das agressões de que o filho foi alvo foram assistidas por uma testemunha que terá participado as mesmas a uma psicóloga do centro.

O caso foi abafado pelos responsáveis, pois a residência aloja cerca de 72 estudantes atletas de desportos de alta competição.