Politica

Maria Luís diz que PNR "é uma oportunidade perdida"

Maria Luís Albuquerque diz o país "perdeu um ano" ao reverter as reformas feitas pelo anterior Governo.


"Não podemos deixar de lembrar que Portugal já perdeu um ano ao interromper este caminho de crescimento", afirma a deputada do PSD, que critica a forma como as críticas de BE, PCP e PEV ao Programa Nacional de Reformas (PNR) se reduzem a "palavras inconsequentes".

"O PNR não apresenta uma única reforma estrutural", defende a ex-ministra das Finanças que considera que o que o documento propõe "é curto, muito curto para o que país precisa".

De resto, Maria Luís Albuquerque acha que mais do que bons indicadores económicos o que há uma valorização excessiva dos resultados por parte da maioria de esquerda face a números que poderiam ser melhores se se tivesse mantido o rumo definido pelo anterior Governo.

Maria Luís acha mesmo que para a maioria de esquerda "tudo o que não seja uma desgraça para o país é uma boa notícia".

"Quando o rating que devia estar a subir é mantido em lixo, é uma boa notícia", exemplificou a social-democrática que acha que "o Governo tinha a obrigação de tirar o rating de Portugal do lixo, de pôr o país a crescer muito mais".

Maria Luís Albuquerque diz que o Governo limita-se a apresentar "documentos para Bruxelas ver" e que a maioria de esquerda "distribui alguma riqueza", mas não a cria.

De resto, a ex-ministra atacou as soluções do atual Governo para a banca, acusando os deputados do PCP e do BE de estarem a ser solidários com medidas que defendem "o grande capital".