Sociedade

PJ tem “gente no terreno” para averiguar alegada violação no Porto

As imagens foram divulgadas esta quarta-feira.

A Polícia Judiciária diz ter “gente no terreno” a averiguar os alegados abusos sexuais que ocorreram num autocarro com estudantes durante a Queima das Fitas do Porto.

“Estamos a recolher elementos para ver se há matéria para investigação. Neste momento ainda não foi instaurado nenhum inquérito”, disse fonte da PJ à agência Lusa.

A mesma fonte explicou que este caso será tratado como um crime “semipúblico” e que depende de queixa criminal para a investigação avançar.

Recorde-se que o Correio da Manhã divulgou esta quarta-feira imagens da alegada violação dentro do autocarro enquanto vários outros jovens assistiam.