Internacional

Costa e Marcelo já reagiram ao ataque terrorista em Manchester

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa e o primeiro-Ministro, António Costa já reagiram ao ataque, ocorrido ontem, durante um concerto da cantora norte-americana, Ariana Grande e que fez 22 mortos e pelo menos 59 feridos

Marcelo, que está em viagem oficial ao Luxemburgo, enviou um carta à Rainha de Inglaterra dizendo que "está a acompanhar com grande consternação os desenvolvimentos do bárbaro atentado de ontem à noite em Manchester, do qual resultou um número elevado de mortos e feridos, entre os quais crianças e adolescentes".

Na mesma mensagem o Presidente manifestou solidariedade em nome de todos os portugueses para com o povo britânico, em especial, para as famílias das vítimas, a quem dirigiu as condolências.

Marcelo Rebelo de Sousa, na mesma carta, sublinhou ainda a importância " de uma Europa unida no combate ao terrorismo e à defesa constante e permanente dos valores da democracia, da promoção da paz e do respeito pelos Direitos do Homem".

Já António Costa utilizou a sua conta na rede social Twitter para deixar um voto de pesar ao ataque terrorista que ocorreu ontem em Manchester. Numa mensagem escrita em português e inglês, e em que usou a hastag #Manchester, o Primeiro-Ministro português mostra ainda "a nossa solidariedade com o povo britânico, em particular com as vítimas e familiares do ataque em #Manchester".

A polícia britânica suspeita que a explosão posso ter sido provocada por um bombista suicida.