Economia

Rota do futuro global passa por Cascais

Líderes políticos, empresariais e intelectuais mundiais reúnem durante quatro dias paradebater, discutir e pensar o mundo. O mote do encontro é ‘Building Togheterness’.

DR  

Cascais vai estar no centro do mundo dos negócios de hoje até quarta-feira. Pelo Horasis Global Meeting, no Hotel Miragem, passam mais de 400 participantes de 70 países, entre CEO, governantes e líderes mundiais,

O mais importante encontro anual de dirigentes empresariais de todo o mundo, que se realiza pela primeira vez em Portugal, conta ainda com quatro prémios Nobel e presidentes de grandes multinacionais que representam, ao todo, um capital de mais de 200 mil milhões de euros.

Sob a égide ‘Building Togetherness’, o encontro tem como objetivo identificar negócios globalmente relevantes e definir trajetórias de crescimento económico, além da partilha de visões sobre o estado atual e futuro da economia mundial.

A abrir o certame, hoje, às 18h30, está a sessão «China and Europe – Joining Hands for Innovation». Com a pergunta: ‘Quais são as áreas de interesses comuns entre a China e a Europa para promover esta cooperação bilateral?’ está dado o mote para os quatro dias de trabalhos.

No domingo o dia começa cedo. Pelas oito da manhã há dois pequenos almoços em simultâneo. Um deles debate o futuro da Europa depois da saída do Reino Unido da União Europeia (UE). ‘Como é que o choque do Brexit afetou o equilíbrio das instituições globais?’ ou ‘O que é que o futuro reserva para a UE?’ são perguntas em cima da mesa.

Em paralelo debate-se o futuro do crescimento, os principais desafios que o mundo enfrenta e quais as opções políticas para recuperar o crescimento económico numa altura de incertezas e pressão sobre os orçamentos, quer dos países desenvolvidos, quer das nações emergentes.

Depois começam as sessões de atualização, nas quais se revisitam os desenvolvimentos mundiais desde o Horasis Global Meeting de 2016 e se debatem os principais desafios da humanidade no curto e longo prazo. Os temas das atualizações são geopolítica, valores, tecnologia, gestão e comércio.

Os delegados participam depois na grande abertura do encontro, antes de um almoço dedicado a Portugal. Aqui procura-se perceber qual o panorama para o investimento no país, quais as melhores estratégias de desenvolvimento e como estabilizar as finanças públicas. Um outro almoço paralelo tem como tema «Apontar à Cidadania Global», no qual se procura refletir sobre globalização, democracia e a comunidade das nações. Os plenários dominam a tarde e têm como temas a «Construção da ‘Togetherness’», o «Desenvolvimento da Economia Digital» e o «Desenvolvimento da Confiança».

Poder e liderança

A promoção da ‘Boa Governança’, o ‘Desenvolvimento da Inclusão’, a forma como a filantropia pode fazer a diferença e como cooperar entre diferentes geografias são outros dos temas de um dia em que o jantar tem como tema «O Poder e a Liderança na nova era da ‘togetherness’».

A Horasis Global Meeting é realizada em colaboração com a Câmara Municipal de Cascais, as Conferências do Estoril e o Governo português.

Organização independente com sede na Suíça, a Horasis Global Meeting foi classificada pelo New York Times como o «Fórum Económico Mundial para os mercados emergentes» ou, como a própria organização gosta de referir: «Little DAVOS».