Internacional

Hamburgo. Milhares de manifestantes semeiam o caos antes da cimeira dos G20

Polícia alemã disparou vários canhões de água contra manifestantes, que saltaram vedações de segurança. Autoridades temem incidentes nas ruas estreitas da cidade. 

Hamburgo. Milhares de manifestantes semeiam o caos antes da cimeira dos G20

Milhares de pessoas explodiram esta quinta-feira em protestos e confrontos com a polícia alemã em Hamburgo, na véspera do primeiro dia da cimeira dos G20, para qual as autoridades vêm alertando para grandes e praticamente incontroláveis manifestações. Ao fim de tarde não havia ainda detalhes de feridos ou detidos, embora fossem avistadas várias pessoas levadas pela polícia. 

As imagens que começaram a circular ao final da tarde mostravam uma multidão de pessoas vestidas de negro – habitualmente um sinal de blocos anarquistas – trepando vedações de segurança, a entrarem em escaramuças com polícias e eventualmente a dispersarem com os vários canhões de água que lhes foram apontados. 

As autoridades alemãs passaram a semana a alertar para possíveis incidentes com manifestantes nas estreitas ruas de Hamburgo e essa ameaça esteve em evidência ao final da tarde desta quinta-feira. Numa fotografia que circulava pelas redes sociais, uma rua parece saturada de pessoas e dividida praticamente a meio entre polícias e manifestantes. 

Os manifestantes querem protestar sobretudo a chegada de líderes como o presidente norte-americano, Donald Trump, o líder russo, Vladimir Putin, e o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, imagens de governos com pendores mais ou menos autoritários. Esta quinta-feira já foram incendiados dez carros de uma exposição automóvel.

A polícia alemã diz estar preocupada com a chegada de vários grupos anarquistas com centenas de militantes. Outros protestos, como uma marcha de pessoas mascaradas de mortos-vivos, esta quinta-feira, não parecem ser razão para grandes receios, uma vez que foram previamente combinados com as autoridades. 

Os comentários estão desactivados.