Sociedade

Padre suspeito de roubar arte sacra de paróquia em Lisboa

O padre António Teixeira é o único arguido no inquérito que está a ser conduzido pela Polícia Judiciária.

O desaparecimento de arte sacra da paróquia de Santo Contestável, em Campo de Ourique, está a ser investigado pela Polícia Judiciária e o principal e único suspeito é o padre António Teixeira, avança o Público.

Entre os vários objetos que desapareceram estão castiçais, paramentos, toalhas, uma taça de prata dourada com pedras preciosas e imagens do século XVIII. O desaparecimento destes objetos foi conhecido através do novo padre.

O caso foi encaminhado para o Patriarcado que por sua vez participou à Polícia Judiciária. O padre António Teixeira é o único suspeito neste processo de ter vendido arte sacra a um antiquário para financiar obras na casa paroquial.

O Patricado já confirmou a notícia avançada pelo Público, mas não adiantou qual o valor total dos objetos roubados