Politica

Lei do financiamento dos partidos. PSD reage com “toda a naturalidade e tranquilidade” ao veto

Hugo Soares reagiu ao veto da alteração da lei do financiamento dos partidos

Hugo Soares, líder do PSD, garantiu que os social-democratas encaram o veto à lei do financiamento dos partidos, por parte de Marcelo Rebelo de Sousa, com “toda a naturalidade e tranquilidade”.

O social-democrata realçou ainda que o veto é um dos direitos do Presidente da República e referiu que esta foi uma “matéria amplamente discutida na Assembleia da República durante mais de um ano, criou grande sensibilidade em vários setores da sociedade e o PSD entende que não há pressa absolutamente nenhuma em tomar uma decisão em cima do veto do Presidente da República”.

“Durante muitos anos o PSD conviveu com a atual lei, por isso não vemos com nenhum motivo de especial de preocupação este veto. Se a lei funcionou até aqui, poderá funcionar também nos meses que se seguirão até que haja, ou não, uma nova alteração”, sublinhou Hugo Soares.