Politica

PSD. As frases quer marcaram a campanha

Rui Rio

‘Se o clima dentro do PSD é já este, com as rasteiras e com isto e com aquilo, estamos mal, e se eu ganhar vamos estar mesmo muito mal, porque não vou admitir uma coisa destas’

‘Tenho mais capacidadepara fazer do que para falar. Tenho um perfil de ação’

PSD
«O PSD precisa de se reencontrar consigo próprio para se reposicionar no lugar que é seu: num centro político alargado que vai do centro-direita ao centro-esquerda, de orientação reformista e com inspiração na social-democracia e no pragmatismo social»

Bloco Central
«É algo que só deve acontecer em situações absolutamente extraordinárias»

Governo minoritário do PS
«Aquilo que me parece mais razoável é nós estarmos dispostos para, a nível parlamentar, suportar um Governo minoritário, seja ele qual for, neste caso o do PS. Que é aquilo que o PS deveria ter feito, suportar de forma crítica naturalmente, mas deixar passar e governar o partido mais votado (...) Se não conseguir a vitória sozinho ou com o CDS, então pelo menos que consiga tirar o Bloco de Esquerda e o PC da esfera do poder»
 
Ministério Público
«Os julgamentos devem ser feitos nos tribunais [não na praça pública]. Isto não quer dizer que eu esteja a ilibar quem quer que seja condenado na praça pública. O MP, em muitos casos, deixou passar muita informação cá para fora»

Défice 
«Se o PSD estivesse à frente do Governo já teríamos conseguido um défice zero»

Derrotas nas legislativas 
«Vai depender de muitos fatores [manter-se ou não na liderança após 2019]. Logo se verá as circunstâncias em que isso acontece»

Governo de Santana Lopes, em 2004
«Se o Pedro for líder e candidato a primeiro-ministro tenho sérias dúvidas que o povo português lhe confira credibilidade para o exercício do cargo»

António Costa
«Dá para perceber que as ligações que [Santana Lopes] tem com António Costa são mais estreitas do que aquelas que podem ser as minhas»

Revisão da Constituição 
«É quase impossível não mexer na Constituição, se quisermos fazer reforma de fundo no regime (...) Admito fazer propostas no que quero em diversas áreas, e daí decorrerá onde é que se tem de mexer na Constituição por força dessas ideias»

Presidente Marcelo
«Eu acho que ele não terá dificuldade nenhuma em lidar comigo. E até será mais fácil lidar comigo do que com o Pedro. Por uma razão muito simples, efetivamente nós somos diferentes, como eu tenho dito tenho uma postura mais sóbria»

Legalizaçãoda canábis para fins medicinais
«Para fins medicinais, não vejo porque não»

Legalizaçãoda prostituição
«É um tema que deveríamos debater, em nome da dignidade humana e da saúde pública»

Eutanásia
«Sou, por princípio, a favor, reconhecendo que a lei tem de ser muito bem feita e de forma muito cuidadosa. Mas conseguindo-se isso para evitar abusos, sou favorável e acho que tenho o direito de escolher se um dia me vir perante essa situação»


Santana Lopes

‘O meu maior defeito é a generosidade. Às vezes é um defeito, gosto de reunir, de perdoar, em política deve-se ter um killer instinct’

‘Pouco inteligente é quemnão tira lições da vida.Tenho a certeza de que estou em condições de ganhar as próximas eleições'

PSD
«Nós somos um partido que vai do centro-direita até ao centro-esquerda. Francisco Sá Carneiro e Cavaco Silva nunca andaram entretidos com dissertações sobre essa matéria e levaram-nos a vitórias muito importantes. Eu quero fazer o mesmo, não tenho complexos nessas matérias»

Bloco Central
«O PS não contará com o apoio do PPD/PSD para concluir a legislatura ou para a constituição de um bloco central, nem antes, nem depois das eleições legislativas»

Governo minoritário do PS
«Não nos podem pedir para viabilizarmos um Governo do PS quando o PS não viabiliza os nossos sem maioria»

Crescimento económico
«Não abdico da consolidação orçamental, mas a grande necessidade de Portugal é crescer e dar um salto em termos de qualidade no desenvolvimento. A única possibilidade que temos de alcançar o progresso é criando mais riqueza, através do aumento da produtividade e do investimento»

Défice 
«Se houver alguém que atinja a felicidade porque o seu país tem défice zero tem que ir ao psicólogo»

Derrotas nas legislativas
«Já chega de cenários negativos. Não trabalho com cenários negativos»

Governo PSL, em 2004
«Peço desculpa por uma careta de um ministro numa tomada de posse ou por uma secretária de Estado não ter ficado numa secretaria e ter ficado noutra. Peço desculpa por me ter sentido indisposto na tomada de posse, por ter feito um discurso a falar de uma incubadora, eu peço desculpa. Mas não peço desculpa por erros de política interna e externa, por isso não peço desculpa. Estava a cumprir o meu dever»

António Costa
«Nunca assinei cartas conjuntas com António Costa. Nunca lhe passei cartão. O Dupond e Dupont não somos nós, és tu e o dr. António Costa»

Revisão da Constituição 
«Não está nas prioridades da intervenção política que quero ter nos próximos anos (...) Gostava de uma Constituição menos marcada do ponto de vista ideológico» 

Presidente Marcelo
«O PPD/PSD deve sentir orgulho por Portugal ter o Presidente da República que tem» 

Legalizaçãoda canábis para fins medicinais
«Tenho a mesma posição que o grupo parlamentar [que defende a legalização para uso terapêutico, mas é contra o autocultivo»

Legalizaçãoda prostituição
«É um tema muito complicado. Nesta fase da sociedade, entendo que não. Temos de travar um combate pelos valores e pelos princípio»

Eutanásia 
«A minha posição é clara. Sou contra, apesar de reconhecer que é uma matéria muito complexa. Mas nos países em que já foi vertida para a legislação essa possibilidade, a experiência demonstra que temos assistido a muitos abusos, chegamos a casos já inaceitáveis, de depressão psicológica e outros»