Sociedade

Juiz Rui Rangel decide hoje quatro processos

Para suspender o juiz é necessária uma decisão do Conselho Superior da Magistratura

O juiz Rui Rangel, que foi constituído arguido na Operação Lex, juntamente com a ex-mulher, também juíza, Fátima Galante, continuam em funções no Tribunal da Relação de Lisboa, avança a TVI.

Esta quinta-feira está marcada a reunião habitual da 9ª secção do Tribunal da Relação, a que pertence Rui Rangel como juiz desembargador. Na reunião estarão à decisão quatro processos de recurso criminal, sendo que em três deles Rangel é relator, e no outro é adjunto.

Para a suspensão dos dois juízes acusados na Operação Lex, que envolve ainda o Luís Filipe Vieira, é necessário que o Ministério Público ou o Supremo Tribunal de Justiça notifique o Conselho Superior da Magistratura. Até lá, Rui Rangel e Fátima Galante continuarão a ser receber os processos da relação que são distribuídos por sorteio.