Economia

Lisboa é a cidade mais cara para arrendar

Preço por metro quadrado ultrapassa os 9 euros, diz o INE

Viver em Lisboa é mais caro do que no resto do país. No ano passado, o valor dos novos arrendamentos na capital ficou duas vezes acima da média nacional, com o metro quadrado a custar 9,62 euros. Os dados foram revelados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e revelam que, a nível nacional, o valor fixou-se nos 4,39 euros por metro quadrado.

Lisboa não só é a região mais cara do país como também a mais procurada para viver. A Área Metropolitana de Lisboa concentrou mais de 28 mil novos contratos de arrendamento, mais de um terço do total, e registou um preço mediano de 6,06 euros por metro quadrado. Mas considerando apenas o município de Lisboa, os valores sobem para 9,62 euros por metro quadrado.

Já a Área Metropolitana do Porto representou cerca de 17% do total de novos contratos de arrendamento e registou um preço mediano de rendas de 4,58 euros por metro quadrado. No município do Porto, as rendas fixaram-se em 6,77 euros por metro quadrado.

Mas a crise no mercado de arrendamento não é vivida apenas para quem agora procura casa. Também os inquilinos que têm contratos estão a ser confrontados com aumentos elevados assim que eles terminam. O alerta é feito pela Associação dos Inquilinos Lisbonenses (AIL) e diz que há cerca de 100 mil famílias em risco de ver o valor da renda triplicar a partir de 2020, altura em termina o período de transição que protege as rendas antigas de aumento.

De acordo com o presidente da AIL, Romão Lavadinho, em Lisboa, as rendas chegam a duplicar e triplicar de valor assim que os contratos terminam. “Há pessoas que pagavam rendas de 200 e 300 euros e agora estão a ser confrontadas com valores de 600 e 700 euros”, revelou ao “Diário de Notícias”.