Internacional

Lembra-se de Tom Hanks no filme "Terminal de Aeroporto"? Há um homem na mesma situação... fora do ecrã

Hassan Al Kontar está há 62 dias a viver num aeroporto

Um homem de 36 anos está retido no aeroporto de Kuala Lumpur, na Malásia, há 62 dias. E não tem qualquer previsão de saída.

Hassan Al Kontar, de nacionalidade síria, trabalhava nos Emirados Árabes Unidos como marketeer quando, em 2011, a Síria entrou em guerra. Foi então que o homem foi chamado de volta ao país, para cumprir o serviço militar pelas forças de Assad.

Como recusou fazê-lo, o seu passaporte tornou-se inválido. Em março, chegado a Kuala Lumpur, Hassan viu-se impedido de sair do aeroporto. Foi-lhe recusado o direito, também, de entrar em qualquer avião. Por isso, o aeroporto tornou-se a sua casa e é lá que dorme, come, toma banho e vive, passando a maior parte do tempo no Terminal 2.

Já tentou por todas as formas arranjar um visto, mas, como declarou à CBS News canadiana, "infelizmente para os sírios é impossível arranjar um visto seja para onde for". Entretanto, tem comunicado com o mundo através do Twitter, onde publica vários vídeos em que fala sobre a sua situação.

No último domingo publicou mesmo um vídeo com a legenda "a vida vai e deve de continuar, independentemente do que acontecer... bom fim de semana a todos".