Politica

CDS diz que o Orçamento "dá com uma mão e tira com a outra"

Proposta é “mais do mesmo”, lamenta Cristas

A líder do CDS considera que a proposta do Orçamento do Estado para o próximo ano, apresentado esta terça-feira pelo ministro das Finanças, "é mais do mesmo".

Para Assunção Cristas, o Orçamento do Estado de 2019 "dá com uma mão e tira com a outra" por não atualizar as tabelas do IRS e penalizar as famílias.

"Vemos com muita preocupação o facto de não terem sido atualizados os escalões em linha com a inflação. Logo aí, temos um aumento dos impostos nas famílias portuguesas", afirmou a líder centrista.

Cristas sublinhou que fez uma primeira leitura do documento, entregue segunda-feira à noite, mas que não encontrou nada de dono. "É mais do mesmo", criticou.

As declarações da líder centrista foram feitas no final de um encontro com a direção da UGT, com o objetivo de preparar o debate e propostas alternativas do CDS ao orçamento.