Sociedade

Metro de Lisboa marca greve para o primeiro dia da Web Summit

São esperadas cerca de 70 mil pessoas nesta edição do evento

 

Os trabalhadores do Metro de Lisboa marcaram, esta quinta-feira, uma nova greve para o dia 6 de novembro – primeiro dia da Web Summit, evento que traz milhares de pessoas à cidade de Lisboa.

Depois da greve parcial realizada esta manhã, entre as 6h00 e as 9h30, a próxima ação de paralisação irá realizar-se no mesmo horário, de acordo com uma dirigente da FECTRANS (Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações) aos jornalistas.

Cerca de 70 mil participantes são esperados na próxima edição da Web Summit, sendo, segundo o que aconteceu em anos anteriores, muitos deles utilizaram o metro como meio de transporte.