Economia

Cibercrime pode custar até 100 mil milhões de euros até 2021

O estudo da Exclusive Group explica que, nos próximos cinco anos, vão existir cerca de 3,5 milhões de novas oportunidades de emprego. 

DR  

Cada vez mais sofisticadas e agressivas. As ameaças à cibersegurança estão a aumentar e por isso é também cada vez maior a procura por profissionais com distintas competências, experiências e mentalidades distintas. 

De acordo com Cybersecurity Jobs Report até 2022 vão exisitr cerca da 3,5 milhões de empregos por preencher nesta àrea, mais do triplo do que há agora. 

O estudo citado pelo Exclusive Group, grupo de tecnologias e serviços de valor acrescentado (VAST), reconhece que as empresas estão mais sensíveis e proativas para os problemas de cibersegurança, mas o número de postos de trabalho na área não está a conseguir acompanhar o aumento do cibercrime que terá um custo de 100 mil milhões de dólares até 2021.

O Exclusive Group acredita que a única forma de combater este crime passa por uma estratégia de segurança que combine o melhor talento com as melhores soluções e serviços de proteção para combater ameaças futuras e presentes.