Sociedade

Greve da Infraestruturas de Portugal causa “fortes perturbações” na circulação de comboios

Paralisação conta com serviços mínimos

Greve da Infraestruturas de Portugal causa “fortes perturbações” na circulação de comboios

Esta quarta-feira, os trabalhadores da Infraestruturas de Portugal (IP) cumprem um dia de greve depois de não terem chegado a acordo com o Governo.

Recorde-se que os sindicatos exigem que a administração da empresa e o Governo concretizem o acordo coletivo de trabalho e cheguem a acordo sobre um regulamento de carreiras.

Para o dia de hoje, são esperadas “fortes perturbações”, alertou a A CP - Comboios de Portugal.

Além disso, a CP indicou ainda que "não serão disponibilizados transportes alternativos", mas que ainda assim a greve vai contar com serviços mínimos, que foram definidos pelo tribunal arbitral.

Os comentários estão desactivados.